Serviços que oferecemos

Textifique Soluções em Textos

Revisão textual

Possui um livro pronto e pretende enviá-lo para várias editoras? Teve um poema ou conto aceito para a publicação em uma antologia? Para esses e vários outros casos, sugere-se uma revisão gramatical, a fim de sanar quaisquer problemas e erros que porventura existam no texto. Lembre-se: o texto é seu cartão de visita; nele o seu nome está estampado. Então, por que não tratá-lo com dedicação especial? A revisão textual, assim, objetiva:

·  a precisão vocabular;

·  a obediência às regras gramaticais de concordância verbal e nominal; regência verbal e nominal; pontuação; acentuação; flexão de nomes e verbos; colocação de pronomes; grafia das palavras;

·  a clareza e a coerência;

·  a fluidez do texto.

E tudo isso, claro, sempre considerando o gênero de texto: um artigo acadêmico exige uma revisão diferente da revisão de um conto, por exemplo, já que o último é um texto literário, em que a subjetividade e o estilo do autor estão tatuados. Essa tatuagem é a sua marca. Não deve, de modo nenhum, ser extirpada. Por outro lado, um artigo acadêmico segue um padrão com relação à forma e ao conteúdo, pois precisam obedecer a uma metodologia científica. Independentemente do tamanho e gênero, qualquer texto necessita de uma revisão, seja por conta da sua relevância ou da credibilidade aspirada a ele.  

O que revisamos?

·      Trabalhos acadêmicos/científicos.

·      Textos literários/artísticos.

·      Textos publicitários.

·      Textos didáticos.

·      Textos jornalísticos.

  Leitura crítica de textos e obras literárias

A leitura crítica de uma obra, seja um livro de poemas ou um romance, é uma das práticas mais comuns e indicadas do mercado literário. Essa leitura atenta, neutra e honesta pode detectar problemas, vieses, incoerências e nuances que o autor nem sequer imaginou. A partir de uma leitura crítica, o autor pode, por exemplo, reescrever ou burilar sua obra de forma a sanar problemas de coesão/continuidade, consistência, clareza, coerência/verossimilhança, cadência e, assim, torná-la mais interessante aos seus leitores. A partir de uma leitura crítica, o autor pode também estabelecer estratégias de divulgação visando o público da sua obra, algo em que, talvez, nunca tenha pensado antes.

Em uma leitura crítica de textos narrativos (contos, novelas, romances), devem ser analisados aspectos como a construção de personagens, a verossimilhança, o espaço e a ambientação, o foco narrativo, o desenvolvimento da trama, a unidade da obra. Em poemas, características como o ritmo e a musicalidade, proporcionados por rimas, aliterações, repetições, estribilhos, etc., são de extrema importância. A disposição do poema na folha em branco também é importante e pode, dependendo do objetivo aspirado, propiciar outros sentidos.

A linguagem, responsável por construir tudo (a trama, as personagens, o ritmo, a musicalidade, o ambiente, o espaço, o narrador) merece, claro, uma atenção especial por parte de quem está realizando a leitura crítica. Assim, o profissional deve estar preparado para detectar problemas, levantar questões e propor soluções, de maneira que o autor encontre outros sentidos, estabeleça novas leituras e, então, dê o acabamento à sua obra.

Realizamos dois tipos de leitura crítica:

 · a leitura crítica simples: o resultado dessa leitura é um parecer crítico em forma de relatório destinado ao escritor/cliente. O tamanho do relatório varia de acordo com a obra analisada.

· a leitura crítica completa: além do parecer crítico em forma de relatório, essa leitura engloba a revisão textual, sugestões de alterações (se for o caso) e a preparação do texto (chamada também de edição de texto ou copidesque). Essa preparação consiste em uma revisão mais completa, uma reformulação, de forma a sanar problemas de estrutura e organização. Pode, também, detectar falhas de estilo, redundâncias e lugares-comuns. Se for o caso, enxuga-se o texto, apontando o que é supérfluo ou prolixo. Em suma, a leitura crítica completa objetiva chegar ao máximo possível de uma versão final da obra analisada. É ideal para o autor que queira enviar sua obra às editoras ou publicá-la por outros meios.

 Ghost-writer (escritor-fantasma)

Deve estar perguntando-se: o que é um escritor-fantasma? O que faz um escritor fantasma? “É como se chama a pessoa que, tendo escrito uma obra ou texto, não recebe os créditos de autoria, ficando estes com aquele que o contrata ou compra o trabalho” (Dicionário Aurélio). Em outras palavras, escritor-fantasma é o indivíduo capacitado para escrever uma obra (memórias, autobiografia, biografia, histórias de família, etc.) que o contratante, por falta de tempo ou qualquer outro motivo, não pode escrever. O escritor-fantasma, assim, como o próprio nome indica, trabalha como coadjuvante e depois sai de cena: a propriedade intelectual fica com quem contratou o serviço e pagou por ele. A ética dessa prestação de serviço funciona assim: absolutamente ninguém fica sabendo que a obra publicada com o nome do contratante (quando publicada), na verdade, foi escrita por um escritor-fantasma. Caso a obra angarie sucesso de público e financeiro, os direitos autorais permanecem com o contratante, ou seja, aquele que tatuou seu nome na capa do livro.

Muitas pessoas acreditam que possuem uma boa história para contar. Partindo do pressuposto de que cada história de vida é diferente da outra e cada ser humano é diferente do outro, essa é uma verdade. No entanto, a grande maioria dessas pessoas nem sabe por onde começar essa história, seja ela a sua própria, a de algum conhecido ou da sua família. O escritor-fantasma, então, surge para sanar essa inabilidade, que é comum, ou falta de tempo. É importante ressaltar que uma obra de fôlego, como uma autobiografia/biografia, exige tempo, dedicação, pesquisas meticulosas, às vezes entrevistas e análise de documentos, e muita interação entre o contratante e o escritor-fantasma. Assim, não é uma obra que se escreve de um dia para o outro.

Como escritores-fantasmas, o que escrevemos?

 ·      Memórias.

·      Autobiografias.

·      Biografias.

·      Histórias de família.

·      Relatos de viagem.


Dúvidas?

Acesse esta página ou entre em contato conosco: coisasprobule@gmail.com, textifique@gmail.com, (34) 99860-2050 (celular e WhatsApp).