14 de jun. de 2021

A voz do silêncio e outros poemas

Por MiltonRezende

 

A sentinela que foge

Paredes brancas

de um quarto hipotético

onde estou instalado.

 

Vejo através de sua indiferença

que não estou protegido de nada.

É sempre esse medo e essa ansiedade

a roubar-me a calma que não tenho.

 

Apenas alguns centímetros de argamassa

a me separar da vida que corre lá fora

com seus ruídos abafados e nítidos,

quando a eles se presta uma atenção nervosa.

 

Sinto que uma espécie de catástrofe se tece

no silêncio e vai acontecer a qualquer momento.

Devo portanto ficar acordado e atento

para não ser pego de surpresa e em pânico.

 

Mas uma tranquilidade não se conquista

através de meios tão precários de defesa.

Preciso me dispor a sair e enfrentar o mundo

com seu exército de homens rudes à espreita.

 

Então saio com o desconforto de não fazer parte,

com uma fragilidade revestida só pelo escudo de si própria,

com um receio de ser ridículo só por me dispor a andar

e com a certeza de que não posso ser livre aqui

ou em qualquer outra parte onde nunca estive.


A voz do silêncio

Estou acordado

e não sonho,

mas a realidade

antecipada

me envolve.

 

A barba se me

desprende do rosto

fio-a-fio num frio

maior onde estou

me enregelando.

 

Tudo se dissolve

na aparência de ossos

de que fui formado,

e que é minha forma

mais resistente no mundo.

 

Mas a terra

(com seus vermes)

decompõe ao seu contato

todo o meu aprendizado

doloroso da vida.

 

E uma cova me absorvendo

transforma tudo o que fui

num triste resumo de pó

que um dia se chamou homem.

 

E que lhe deram um nome

(que tive), mas que a terra

aterra no tempo o traço

nominal dessa efemeridade.

 

Atômico

Nossos filhos nascem cegos

pela poeira do nosso tempo.

Nós ainda enxergamos

porque já entendemos o mundo

a partir da poeira que há nele,

e que não nos incomoda muito.


Do livro Areia (Á Fragmentação da Pedra) (João Scortecci Editora, 1989). Pedidos de exemplares pelo e-mail coisasprobule@gmail.com. Preço R$ 20,00 + R$ 10,00 frete = R$ 30,00

Nenhum comentário: