22 de nov. de 2020

A vida: a sutileza de um mágico

Por Milton Rezende


CICLO I

A vida,

em todas as suas formas,

revela a sutileza de um mágico

que hipnotiza a todos

para que não vejam seus truques falhos.

 

Os homens,

em todas as suas crenças,

revelam a idiotice de um asno

que acredita em tudo

por não ser capaz de discernir o óbvio.

 

Os homens,

com todos os seus mágicos,

revelam a estupidez da espécie

que acredita na vida

como sendo o caminho para a salvação.

 

A vida,

com todas as suas armadilhas,

revela a esperteza de um camaleão

que dissimula aos homens

a sua completa inutilidade como veículo.

  

CICLO II

Quando a chuva neutralizar

a esperança das flores, no chão

uma semente irá se desenvolver

à imagem e perspectiva de tornar-se,

sintetizando em si todo o anseio dos homens

para que de seus ossos não se faça apenas

um cemitério, mas também um canteiro.

 

Dos livros O acaso das manhãs (Edicon, 1986) e Areia (À fragmentação da pedra) (João Scortecci Editora, 1989). Pedidos de exemplares pelo e-mail coisasprobule@gmail.com. Preço: R$ 20,00 + R$ 10,00 frete = R$ 30,00.

2 comentários:

Allyne disse...

Adorei, Milton. Principalmente as imagens do segundo! ;)

Milton Rezende disse...

obrigado Allyne. valeu!