14 de set. de 2020

Quer ganhar o romance 'A casa das aranhas', semifinalista do Prêmio Oceanos?

 

O romance A casa das aranhas é o terceiro da trilogia sobre o corpo. A história faz uma referência às histórias de horror do século XIX. O livro é dividido em capítulos cambiáveis, tendo um total de quatro sumários, ou seja, os leitores podem escolher quatro diferentes versões de leitura, uma clara homenagem ao grande autor Julio Cortázar em seu famoso O jogo da amarelinha. O livro é escrito em sete capítulos mais o prólogo e o epílogo.

O cenário é uma pensão em um povoado não nomeado, cada cômodo da pensão abriga um tempo diverso. Estevão, o empregado e que escreve a maior parte dos relatos, conhece três mulheres supostamente distintas, porque tinham idades e aparências diferentes, uma inclusive já estava morta dentro do caixão. Contudo, as três eram a mesma mulher. O mais engraçado é que apesar de vê-la agonizando e conhecê-la totalmente sem vida não o impediu de desejá-la de uma forma como jamais pode desejar novamente, provavelmente o único homem do mundo a conhecer tão intimamente uma mulher. Estevão também conheceu um homem sem cabeça, alimentou com as próprias mãos um cachorro verborrágico, viu um homem se duplicar bem diante do seu nariz e conheceu um homem sem truques.

Apesar do livro trazer personagens insólitos e uma linguagem beirando o poético, ele discute de forma profunda a aspereza das relações humanas e os jogos de poder que permeiam essas relações.

Capa comum: 216 páginas

Editora: Reformatório

Ano: 2019

ISBN: 9788566887631

Idioma: Português

Preço: R$ 40,00 (frete grátis)

Onde comprar:

Direto na Editora: https://editorareformatorio.minhalojanouol.com.br/produto/210823/a-casa-das-aranhas

Sobre a autora:

Márcia Barbieri nasceu em Indaiatuba, São Paulo, em 1979.  Formou-se em Letras pela Unesp e é mestra em Filosofia pela Unifesp. Participou de várias antologias e tem textos nas principais revistas literárias brasileiras. Publicou os livros de contos Anéis de Saturno, As mãos mirradas de Deus e O exílio do eu ou a revolução das coisas mortas. Entre os romances figuram Mosaico de rancores (Terracota, 2013), lançado no Brasil e na Alemanha (Clandestino Publikationen, 2016), A Puta, O enterro do lobo branco (Patuá, 2017), finalista como melhor romance de 2017 pelo Prêmio São Paulo de Literatura 2018 e A casa das aranhas, semifinalista do Prêmio Oceanos e do Prêmio Guarulhos de Literatura.

*** ***

Caro leitor, será sorteado 1 (um) exemplar do romance A casa das aranhas, de Marcia Barbieri. Para participar do sorteio:

> Seja seguidor d'O Bule em uma das nossas mídias sociais: Instagram, Twitter, Youtube ou Facebook.

> E para facilitar o contato d’O Bule com o vencedor do sorteio, responda a este formulário privado, de apenas três questões obrigatórias: https://forms.gle/wVsJhgpTt4RfqEbL8.

*** Atenção! A promoção é válida até dia 30 de setembro de 2020. Boa sorte! ***

Nenhum comentário: