8 de jul. de 2020

Sinopse de 'A arte de escrever narrativas' (web-oficina)

Por Rogers Silva

Oficina é um lugar onde se elabora ou conserta algo. É um laboratório. Narrativa é um texto que conta uma história, cujos elementos essenciais são personagens, enredo, tempo, espaço e narrador. Tendo em vista esses conceitos, nossa web-oficina, intitulada A arte de escrever narrativas, será dividida em oito (8) módulos.

Módulos

1)      Tenha domínio dos recursos artísticos e linguísticos disponíveis:

Palavras; espaços em branco; tipos e tamanhos de fontes; entre outros – dentre as opções, utilize os meios que melhor se adaptem à consecução da sua história.

2)     Não subestime a importância da originalidade:

Para Edgar Allan Poe, “a originalidade não é fruto de uma intuição, mas de um trabalho árduo”. Ou seja, os recursos linguísticos são de fundamental importância para a construção da originalidade.

3)     Tenha consciência do efeito pretendido com seu texto:

Qual o efeito que você quer causar em seu leitor? Incomodar? Emocionar? Ou apenas entreter? O efeito influencia diretamente na maneira como o texto deve ser construído.

4)     Escolha a extensão e a linguagem do seu texto literário a partir do efeito pretendido:

Breve, longo? Conto, romance? Denso? Leve? Linguagem culta? Coloquial? Mista? Tendo consciência do efeito pretendido, agora é hora de escolher a extensão, o gênero, o tom e a linguagem a serem utilizados.

5)     Comece seu texto pelo final:

Pronto o final, tudo o que virá a ser escrito deve contribuir para a ideia de causalidade. Resta agora criar as intrigas que explicarão de forma verossímil aquele ponto culminante da obra (o clímax ou desfecho).

6)     Foque, sobretudo, na criação dos personagens, do enredo e na linguagem:

Todas as grandes obras literárias e os grandes escritores: a) ou possuem personagens marcantes (por exemplo, Capitu e Dom Quixote); b) ou construíram ótimos enredos; c) ou fizeram um trabalho elaborado com a linguagem; d) ou todas as alternativas anteriores (os gênios).

7)     Emocione o leitor:

Emocionar não é fazer chorar. Emocionar é afetar o seu leitor. Histórias superficiais não afetam o leitor, não incomodam.

8)    Releia e reformule o seu texto o quanto for necessário:

Se possível, pague por uma leitura crítica realizada por um especialista. Pague um revisor sempre! Mas, antes disso, releia e reescreva. Personagem sem função? Retire-o. Orações truncadas? Reformule-as.

Todos os tópicos serão acompanhados com exemplos retirados de obras nacionais e estrangeiras, seja em formato de imagens ou vídeos. Algumas atividades serão propostas.

 Público-alvo

  • Escritores iniciantes, independente da idade.
  • Escritores que queiram aprimorar sua escrita.

 Periodicidade / Duração

  • Dois módulos por mês / Quatro meses.

 Início

(Clique no ícone acima e, uma vez logado em sua conta Google, clique depois em "salvar", à direita. Ficará anotado no seu Google Agenda)

Investimento

  • Tempo de leitura e de realização dos exercícios propostos.
  • Ou, se preferir, pode obter a web-oficina completa, com conteúdo e vídeos exclusivos, correção de textos e atividades, tutoria e certificado e realizá-la quando quiser e como quiser

Mais informações: coisasprobule@gmail.com (Assunto: web-oficina) / 34 99860-2050 (WhatsApp).


* Esta web-oficina é inspirada na resenha Os ensinamentos de Poe, de autoria de Sinvaldo Júnior, publicada primeiramente na versão impressa do Jornal Rascunho em abril de 2009.

Nenhum comentário: