14 de jul. de 2010

'Múltipla escolha', de Lya Luft


“Como raramente cumprimos esses mandados, já ao levantar de manhã nos acompanha a sensação de que algo está errado conosco: dúvida e frustração. Somos severos cobradores das nossas próprias ações. No esforço de realizar tarefas que talvez nem nos digam respeito, tememos olhar em torno e constatar que muita coisa falhou. Se falharmos, quem haverá de nos desculpar, de nos aceitar, onde nos encaixaremos, nesse universo de exitosos, bem-sucedidos, ricos e belos? Pois não se permite o erro, o fracasso, nesse ambiente perfeito. Duro dizer ‘amei torto, ignorei meus filhos, falhei com minha parceira ou parceiro, votei errado, fracassei na profissão, não ajudei meu amigo, abandonei meus velhos pais e esqueci meus sonhos’.”
.
Com uma trajetória literária de 30 anos e um repertório de 20 livros publicados, Lya Luft — maior fenômeno editorial do Brasil nos últimos anos, com milhares de leitores conquistados por Perdas & ganhos, que teve direitos vendidos para diversos países e freqüentou as listas de mais vendidos por mais de 80 semanas consecutivas — volta à cena num ensaio que reflete sobre os caminhos do nosso tempo. Caminhos e direções que, em sua multiplicidade, indicam não apenas paisagens distintas, mas, sobretudo, escolhas.

Em Múltipla Escolha, Lya indaga, debate e transgride com o fervor de alguém que refuta a mediocridade e escolhe a vida. Como se sobre um palco, cercada de portas simbólicas, o complexo mundo contemporâneo à frente, a autora convoca sua “tribo” para o necessário ritual de pensar. Em foco, questões fundamentais, como a velhice e a juventude, os novos dilemas e tabus da sexualidade, a comunicação virtual, as fronteiras entre o privado e o público, drogas, violência, bondade e perversidade, o mal-estar social: elementos-chave da nossa rotina diária.

Fala sobre esses “mitos modernos” que criamos para se tornarem senhores de nossa vontade e sobre os quais pondera num diálogo aberto com o leitor. “Gosto desse jeito mais direto de falar com meu leitor sobre, no fundo, partes do drama existencial humano, e algumas loucuras da nossa sociedade, nossa cultura. Sobre nadar contra a correnteza para não naufragar no espírito de manada destes nossos tempos. Enfim, esse tipo de ensaio, no sentido mais original da palavra, ‘ensaiar — discorrer sobre algum tema’, é mais um modo de me expressar. Simples assim”, argumenta Lya.

Lya também rebate a suposta liberdade que alcançamos. Longe de uma sociedade livre, somos, nessa nossa cultura impositiva tão cheia de obrigações, prisioneiros padecendo do que a autora chama de síndrome do “ter de”. “O ‘ter de’ é um feitor de escravos muito cruel. Ter de ser magra, linda, inteligente, forte, rico, blablablabla. A mim, sempre fora do esquadro, me impressiona a crueldade do ‘ter de ser’ físico. Acho que nos valorizamos muito pouco enquanto seres humanos pensantes”.

Da busca pela eterna juventude à ética na política, passando pelas transformações da família, Lya Luft mostra o quanto estamos enredados em práticas opressoras e que é importante assumir as rédeas de nossa vida e o caminho da nossa sociedade e cultura.
.
MÚLTIPLA ESCOLHA
Lya Luft
Grupo Editorial Record/Editora Record
192 páginas
Preço: R$ 32,90
Formato: 14 x 21 cm
ISBN: 978-85-01-08952-6
.
Sobre a autora:
Lya Luft começou sua carreira em 1980, aos 41 anos, com a publicação do romance As parceiras, seguido por A asa esquerda do anjo (1981), Reunião de família (1982), Mulher no palco (1984), O quarto fechado (1984), Exílio (1987), O lado fatal (1988), A sentinela (1994), O rio do meio (1996, Prêmio da Associação Paulista de Críticos de Artes), Secreta mirada (1997), O ponto cego (1999), Histórias do tempo (2000), Mar de dentro (2002), Perdas & Ganhos (2003), Pensar é transgredir (2004) e, no mesmo ano, Histórias de Bruxa Boa, sua estréia na literatura infantil, tema que retornaria em 2007 com A volta da Bruxa Boa. Em 2005, publicou o volume de poesias Para não dizer adeus e, em 2006, a reunião de crônicas Em outras palavras. Em 2008, publicou o livro de contos Silêncio dos Amantes. Em 2009 voltou à literatura infantil, publicando junto com seu filho, o filósofo Eduardo Luft, Criança pensa, seguindo a linha de pensamento que busca estimular na infância e adolescência a observação, análise e discernimento. Formada em letras anglo-germânicas e com mestrados em Literatura Brasileira e Linguística Aplicada, Lya foi professora titular de Linguística de 1970 a 1980. Depois disso, dedicou-se unicamente a tradução e à sua literatura. Desde os 20 anos atua como tradutora de alemão e inglês, e já verteu para o português obras de autores consagrados, como Virginia Woolf, Günter Grass, Thomas Mann e Doris Lessing, além de ter recebido o prêmio União Latina de melhor tradução técnica e científica em 2001 pela tradução de Lete: Arte e crítica do esquecimento, de Harald Weinrich. Desde 2004, assina a coluna Ponto de vista, da revista Veja.
.
*** ***
.
Caro leitor, será sorteado 1 (um) exemplar do livro Múltipla escolha, de Lya Luft.
Para participar do sorteio:
1) É preciso ser fã do Facebook d’O BULE (O Facebule). Caso ainda não seja um fã/seguidor do Facebule, aproveite para se tornar e participar do sorteio.
2) É necessário possuir residência fixa (para entrega do livro) dentro do território nacional.
3) Deixe o seu e-mail nos comentários desta postagem OU na NOTA criada especialmente para o livro no mural da página do Facebook d'O BULE.
.
***A promoção é válida até dia 21 de julho***

19 comentários:

paulamachado disse...

adoraria ganhar o livro, sou fã da Lya, escrita surreal que penetra na pele.

paula.mchado@gmail.com

Elaine Fidelis disse...

Leitura de um livro da Lya Luft numa tarde chuvosa e uma caneca de café feito na hora: não tem preço!
elainefidelis75@gmail.com/elainefidelis@hotmail.com

Northon disse...

northon_zanin@yahoo.com.br

Rômulo Costa disse...

Tb adoraria ter esse livro.

cromulo13@hotmail.com

Unknown disse...

mateusnetzel@hotmail.com

Unknown disse...

O livro da Lya, única escolha.

Eu quero!
jaderson.porto@usp.br

Michele disse...

Vou confiar na sorte rs

michele_jasmin@hotmail.com

Anônimo disse...

Estou nessa. Hein?

andrelucas.fernandes@gmail.com

A Lya é sensacional.

Unknown disse...

ei esqueci o email fanny_qmb@hotmal.com

Unknown disse...

Queroooooo muuuito este livro!!!!
Lya toca a alma e os sentidos de quem possa desfrutar de seu trabalho , não apenas lendo meramente seus livros , mas, fazendo com que este toque o seu íntimo por intermédio da sutileza arrebatadora entende? Só quem é fã dela sabe bem o que é isso!
fanny_qmb@hotmail.com

Roberto Martins disse...

Grande Rodrigo, ao segui-lo pude conhecer o blog, mto bom e agora a chance de ganhar um livro da Lya, show!
roberto_floripa@hotmail.com

Débora Gauziski disse...

Esqueci de postar meu email... (lerda)

deboragauziski@yahoo.com.br

Débora Gauziski disse...

Adicionei vocês no "Facebule". Nunca havia prestado atenção que vocês tinham um! Agora seguindo por lá também!

Nunca li Lya Luft. Tá na lista de livros que preciso ler antes de morrer, rs.

amanda meloni disse...

aodmm@hotmail.com

Katia em anexo disse...

eU QUERO...
katiaverbo@gmail.com

Luciana disse...

Quero muito ganhar!!
Luciana Arend
lubarend@gmail.com

Anônimo disse...

Sou super fã da Lya!
Parabéns pelo sorteio!!
Ana Rocha
anajoserocha@bol.com.br
Seguidora: Nat_notivaga

Chris Araújo Angelotti disse...

Não quero um exemplar porque já tenho. rsrs Se bem que se ganhar posso presentear alguem...
O livro é ótimo. Parece um bate papo com a autora, uma mulher cheia de sabedoria. Recomendo

RUDYNALVA disse...

Sou fã há muito tempo, estou lá no facebook e quero ganhar...

rudynalva@yahoo.com.br